domingo, 4 de novembro de 2007

| extraordinário | Vou cuidar do jardim

A mangueira da casa ao lado, antes frondosa, foi depenada por aqueles que deviam tratá-la bem. Afinal, ela já estava lá antes de todos chegarem.
Hoje, há tempos sem seu frutos e agora também sem sua sombra, fico triste por ela.

Mas coloquei margaridas vermelhas (vinho?) em sua frente. Planta nova, que vai crescer, e que chegou arrebatadora. Perto daquela que deve estar achando que vai morrer a qualquer tempo, espero que tragam boas lições uma pra outra.



Bom, posso estar enganado, mas acho que vi um broto saindo de um dos galhos amputados.

3 comentários:

Nana disse...

Na minha opinião uma das coisas mais tristes que acontecem em nossa cidade (pelo menos na cidade baixa é assim) é quando a prefeitura resolve podar as árvores por conta da fiação. O problema é que eles não podam, eles destroem todos os galhos! É de partir o coração.

Mas que legal que vc plantou flores!

Dadá disse...

É mesmo de partir o coração... E os frutos? Pobres manguinhas tão suculentas... nham...
Sombra e suco fresco! =D

San disse...

Nana, isso é foda, né? Mas ao menos a esse jardim vou dar uma força!

Alice, torça pela mangueira! Ela deu bons frutos, realmente, em seus tempos de fartura.