quarta-feira, 12 de setembro de 2007

| software | Adobe Photoshop Express

Desde o início do ano, já podemos usar o Premiére Express, para fazer edições em vídeos online, sem a instalação do programa. É para os tempos do youtube, pronto para fazer pequenos cortes, remixes e misturas entre vídeos. Ainda não havia experimentado, mas acabei de ver que é bem simples. A interface é bem intuitiva, baseada em flash e realmente é bastante otimizada com uma conexão que tenha uma banda mais larga que a minha.

Pois bem, semana passada a Adobe anunciou o Photoshop Express, com a mesma intenção do Premiére: um software online para edição rápida de fotos. Direcionado para qualquer usuário da internet, é gratuito e pode atingir muito mais usuários que a versão instalada localmente.

Captura de uma tela do PS Express

Vendo essa imagem do PS Express sendo usado dá pra entender que não é uma versão do CS3, e sim um produto totalmente novo, como aconteceu com o Premiére. E aquele cubo ali na parte de baixo da direita é, pra mim, um indício de que toda a suíte da Adobe vai ter a sua versão online. Muito bom!

Com a qualidade que a Adobe coloca em seus produtos, acho que dá pra esperar um produto amigável, intuitivo, bacana de usar. Mas essa não é uma idéia nova não: seguem quatro editores online de fotos, que dão bons resultados.

Tem dois que estavam aqui nos favoritos: o Snipshot e o Pixenate.

O dois são bem parecidos, bem diretos, sem muitas opções: dá pra cropar, redimensionar, alterar saturação, contrates, cores. O Snipshot só tem essas opções mesmo, mas sua área de ajustes me parece melhor que a do Pixenate. O Pixenate tem mais algumas funções, inclusive com uma pré-visualização dos efeitos, e dá pra mandar direto pra sua conta do flickr. Ambos são sites bem leves, mas não experimentei com imagens maiores que 1mb, não sei como é que reagem.


Esses outros dois só conheci lendo o post no BLOG.MACMAGAZINE: o Pixer.us e o Phixr.

O Pixer é o que tem mais opções, e o Phixr faz mais ou menos o mesmo que os dois primeiros. Do Pixer não achei o site estável, ficava caindo, a foto não atualizava...pode ser que tenha sido a hora que eu usei. O Phixr salva em mais formatos, e tem a opção de enviar direto pra um monte de sites como imageshack. fotolog, flickr e alguns outros. Mas, além de ter o site mais feio e mal-organizado de todos, é o único que pede um login, o que deve afastar potenciais usuários.

São quebra-galhos, claro. Mas de qualquer forma, é bom deixar ao menos um deles em sua lista de favoritos.

2 comentários:

Alexandre Freitas disse...

humm...

eu tinha visto a notícia num site em ingles mas na hora estava com preguiça de usar a tecla SAP.

WEB 2.0 !

San disse...

É!
Web 2.0, interação, conteúdo gerado pelo usuário online.

Tudo lindo! A gente só precisa mesmo de uma banda mais folgadinha...